Buscar

Leonardo Dias cobra entrega de reforma em posto de saúde e flaga aglomerações em USF


O vereador Leonardo Dias (PSD) iniciou a semana de trabalho encontrando mais um caso de negligência com o uso dos recursos públicos.


Após receber denúncias de diversos moradores da região, Leonardo Dias foi até o canteiro de obras da reforma da USF Robson Cavalcante, no Benedito Bentes. O equipamento deveria estar pronto há três meses. Ao que parece, ainda está longe de ser concretizado.


"O posto está em reforma desde agosto do ano passado e era para ter sido entregue em fevereiro. Eu passei lá e vi que tem apenas uma pessoa trabalhando no local. A obra tá orçada em mais de meio milhão de reais", afirmou Leonardo.


O vereador explicou ainda que, devido as obras na USF Robson Cavalcante, servidores e pacientes que frequentavam a unidade foram direcionados à USF Carla Nogueira, também no bairro do Benedito Bentes.


Devido a esse direcionamento, a segunda unidade passou a registrar aglomerações e deficiência nos atendimentos.


"Quando fui à USF Carla Nogueira, soubemos que o local está funcionando com quatro equipes do PSF em um ambiente insalubre tanto para os funcionários como para a população que está sendo atendida", complementou Leonardo.


A insalubridade do local tem colocado em risco a saúde das pessoas que frequentam e trabalham na unidade. O vereador reafirmou sua indignação com mais um caso de mau uso dos recursos públicos. Ele, novamente, entrará com pedido de resolução deste problema junto ao Poder Executivo.


"É inadmissível que todos os dias a gente encontre sinais de negligência ou de mau uso do dinheiro público. Na semana passada, encontramos no almoxarifado da Saúde, compras absurdas de 5 milhões de pipetas. Agora a gente vê novamente sinais de negligência uma obra que deveria ter sido entregue e que ainda não foi. A situação está expondo idosos, crianças e grávidas que estão se aglomerando numa outra unidade de saúde. Inclusive, há relatos de infecção e de dois casos de possíveis reinfecções, justamente pelo atraso da obra. Vamos cobrar providências ao Município, pedir explicações para que isso seja resolvido o mais rápido possível", finalizou.


6 visualizações0 comentário