Buscar

Leonardo Dias denuncia ao MPE situação precária dos abrigos para adolescentes em Maceió


Em uma fiscalização aos abrigos de acolhimento a crianças e adolescentes de Maceió, o vereador Leonardo Dias (PSD) encontrou uma série de problemas graves nesses espaços, que foram relatados pelo edil durante a sessão ordinária da Casa de Mário Guimarães, na terça-feira passada, dia 21.


As situações encontradas por Leonardo Dias foram encaminhadas, por meio de denúncia, ao Ministério Público Estadual (MPE) para que as responsabilidades fossem apuradas. O vereador destacou que não se trata de uma questão política, “mas sim humanitária”.


“Precisamos resolver a situação dos abrigos, pois é deplorável a forma como essas crianças que deveriam ser acolhidas estão sendo tratadas”, colocou Dias. O edil esteve no local na condição de presidente da Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDDCA) da Câmara Municipal de Maceió. Ele foi acompanhado do colega Cal Moreira (PSC), vice-presidente da CDDCA.


Em sua fala, na sessão ordinária, o vereador relatou as dificuldades encontradas nos abrigos. “Realizei a mais difícil das minhas fiscalizações. Visitei, juntamente com o vereador Cal Moreira e conselheiros tutelares, diversos abrigos para menores. Infelizmente, encontramos situações sub-humanas. Nós vimos banheiros tomados de fezes, crianças dormindo em colchões no chão. Presenciamos situações muito difíceis, porque vimos a precariedade com a qual as crianças são tratadas. Muitas não possuem cama para dormir, lazer, e algumas estão sem acesso à Educação. É quase um completo abandono”, colocou Leonardo Dias.


O edil ainda lamentou a dificuldade para as adoções, que esbarram em diversos problemas, inclusive a burocracia. “O abandono dessas crianças é tão visível que quando as visitamos somos vistos como heróis só por termos ido lá. Essas crianças estão lá querendo pais e há tantas pessoas querendo adotar, mas que enfrentam a burocracia. Em um dos abrigos, nós encontramos uma piscina abandonada, escura, cheia de insetos e lixo”, pontuou ainda o edil.


Dias ainda relatou as condições estruturais precárias dos abrigos. “Os locais estavam destruídos, com portas e janelas quebradas. Essa é a realidade dos jovens que não possuem pais, não têm casas, não têm amor. Eu nunca pensei em encontrar uma estrutura boa porque sabemos da situação do poder público, mas não imaginei encontrar uma situação tão desumana como encontrei ontem. Eu conversei com várias pessoas que foram ontem comigo e todas elas tiveram dificuldades para dormir diante do que viram”, complementou.


Como presidente da CDDCA, Dias se colocou à disposição do Poder Executivo Municipal para estreitar laços com o Governo Federal e buscar soluções através do Ministério da Cidadania.


"O que estou buscando é que haja uma resolução dos problemas e que seja levada dignidade para aquelas crianças que tanto precisam. Eu não faço proselitismo político e não estou culpando ninguém, eu só quero que seja resolvido. Que a gente possa ajudar aqueles jovens e busquemos soluções. Estou à disposição para ir ao Ministério da Cidadania, pois tenho certeza que o Governo Federal se empenharia para nos ajudar", finalizou o vereador.





1 visualização0 comentário