Buscar

Leonardo Dias se reúne com MPF para discutir situação dos bairros em afundamento de solo


Durante pronunciamento na Câmara Municipal de Maceió (CMM), na sessão ordinária desta quinta-feira (24), o vereador Leonardo Dias (PSD) ressaltou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Comissão Especial Parlamentar dos Bairros em Afundamento de Solo (CEPBAS), presidida pelo edil.


Dias ressaltou a reunião que teve recentemente com a Força Tarefa do Ministério Público Federal (MPF) para discutir a situação dos moradores dos Flexais de Cima e de Baixo, e a participação na audiência pública do Senado Federal, que foi proposta pelo senador Rodrigo Cunha (PSDB).


O vereador do PSD frisou que a CEPBAS tem tido um papel de articulação importante com órgãos públicos e com a comunidade para conseguir solucionar, ou pelo menos, minimizar os problemas vivenciados pelos moradores da região.


"Fui convidado pelo senador Rodrigo Cunha para a audiência pública realizada no Senado sobre a problemática da Braskem. Já destacamos os avanços da CEPBAS com relação a articulação com o Governo Federal, mas é importante que o Senado possa incluir-se e nos ajudar com uma melhor solução para essas pessoas. A comissão continua seu trabalho todos os dias em busca de soluções para diminuir as dificuldades que a população enfrenta", afirmou Dias.


Força-Tarefa


O vereador também discorreu sobre sua reunião com as promotoras da força tarefa do MPF, Juliana Cadete e Júlia Câmara. Foram discutidas ações para minimizar os transtornos que moradores remanescentes na região.


"Nossa preocupação é com a população que permanece nas áreas que não foram evacuadas. Afinal, saíram mercadinhos, lotéricas, escolas, entre outros serviços, o que provocou, como já frisado, esse fenômeno no ilhamento social", colocou.


Leonardo Dias ressaltou que a principal reclamação dos empresários da região têm sido a dificuldade de manter seus negócios. "Essa solução demandará um pouco de tempo, mas entendo que é preciso que enquanto tivermos pessoas morando na região, sejam criados mecanismos para incentivar o comércio da região, bem como restabelecer os serviços públicos", concluiu Dias.", concluiu Dias.


O edil e as promotoras discutiram ainda sobre a possibilidade da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) em viabilizar opções de rotas de transportes públicos para as regiões, bem como a possibilidade de projetos de revitalização de algumas áreas da região.


O MPF esclareceu emitiu uma nota aos órgãos públicos para que os serviços essenciais sejam retomados na região.

0 visualização0 comentário