Buscar

"Quando o prefeito começará a cumprir suas promessas?"; cobra Leonardo Dias sobre reforma do Mercado


Durante seu pronunciamento na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Maceió (CMM), na tarde desta terça-feira (3), o vereador Leonardo Dias (PL) voltou a alertar a situação de abandono do Mercado da Produção, no bairro da Levada.


Dias relembrou as promessas de campanha do prefeito João Henrique Caldas, que afirmou durante o processo eleitoral que iria transformar o Mercado da Produção em um centro de compras. Mais de um ano depois do início de seu mandato, a falta de estrutura do equipamento público segue causando transtornos aos feirantes e consumidores.


“Durante campanha, o prefeito JHC publicou um vídeo mostrando a reforma que seria feita no Mercado da Produção, com um investimento de cerca de 80 milhões de reais e que iria transformar aquele espaço em um verdadeiro shopping. Hoje, eu estive lá novamente e a situação do local é exatamente a mesma de anos atrás. Do que foi prometido, absolutamente nada foi feito até agora. Temos 1 ano e 4 meses de gestão e, até agora, sequer os banheiros foram reformados. As mulheres que vendem frango tiveram que usar sacolas na cabeça para se proteger da chuva”, relatou Dias..


“Eu queria saber quando a Prefeitura, enfim, vai começar a cumprir as promessas. O que temos visto é muita conversa e pouca ação. A única coisa que a gente viu ser colocada rapidamente foram os pontos Instagramáveis. Parece que o prefeito entende que só existe as orlas marítima e lagunar”, prosseguiu.


AUDIÊNCIA PÚBLICA


O vereador Leonardo Dias convocou a realização de uma audiência pública para a próxima sexta-feira (6), às 9 horas, na Câmara Municipal de Maceió. O objetivo do evento é de discutir possíveis soluções para o Mercado da Produção de Maceió.


"Eu propus uma audiência pública e fiz questão de ir lá convidar os feirantes para participar na próxima sexta-feira. É importante que nós possamos ouvir quem enfrenta os problemas diariamente e que eles possam nos ajudar a propor melhorias ao local", concluiu.

2 visualizações0 comentário