Buscar

Vereador Leonardo Dias propõe Projeto de Lei que incentiva contratação de artistas locais


O Estado de Alagoas é um celeiro de grandes artistas. Entretanto, a classe sofre com a falta de oportunidades e eventos que promovam maior visibilidade.


Pensando nisso, o vereador Leonardo Dias (PSD) apresentou à Câmara Municipal de Maceió (CMM) um Projeto de Lei (PL) que tem como objetivo garantir que 50% do valor gasto pela Prefeitura de Maceió na contratação para realização de eventos, sejam destinados aos artistas locais.


"Na promoção de eventos musicais para o divertimento público, a Prefeitura frequentemente efetua a contratação de artistas consagrados, de renome nacional e/ou internacional. Os cachês pagos a esses artistas muitas vezes chegam às centenas de milhares de reais. Muitos artistas desse quilate utilizam de recursos de programas estatais de incentivo à cultura. Por outro lado, os artistas locais têm poucas oportunidades de se apresentarem ao público diante do pouco espaço que possuem, por serem pouco conhecidos do público e, também, pela falta de incentivo das autoridades governamentais na promoção da cultura", destaca o projeto de Dias.


Para a construção do PL, o vereador ouviu alguns artistas. O cantor Marlus Viana, ex-vocalista da banda Calcinha Preta, afirmou que ficou contente pela apresentação do projeto. Segundo ele, é de fundamental importância que o poder público possa garantir a valorização da arte local, pois é uma forma de valorizar os trabalhos artísticos produzidos em Maceió e em todo o Estado de Alagoas.


"O projeto é espetacular. É algo que nós artistas, na verdade, já vínhamos pensando há pelo menos 10 anos. Acredito que nenhum parlamentar teve a iniciativa de fazer um projeto desses. É interessante que o município traga artistas de nível nacional, mas que sejam também lembrados os artistas da terra. Não adianta colocar uma atração nacional de R$700 mil e pagar aos locais R$3 mil. É uma falta de respeito. Em Salvador, por exemplo, 90% dos eventos públicos têm os próprios artistas locais, isso valoriza a arte no Estado", colocou Marlus.

7 visualizações0 comentário